Fotografia, Suzana Guimarães

terça-feira, 13 de junho de 2017


Quando nos conhecemos, ela me emprestou uma roupa de Papai Noel, e, por conta disso, meu filho largou os quatro bicos. A gente era colega de trabalho, e se via pouco. Depois, anos depois, eu morava nos EUA, e meu pai precisava de doadores de sangue... muitos se comprometeram, quase ninguém foi doar... ela foi, e levou a mãe dela (as casas de recolhimento de sangue nos diziam, via telefone, quem doava) - ela me avisou antes e eu acreditei! Elas foram. Os outros fingiram que foram. Isso foi em 2013. Ela estará em meu coração para sempre. 

Onde for, saiba, se precisar, estarei à sua disposição, linda mulher, linda pessoa!