Fotografia, Suzana Guimarães

sábado, 17 de junho de 2017

A zona da caixa


Aprendendo, aos 50 anos e 3/4, a lidar com as minhas neuroses, inclusive com as novas e as desconhecidas até então. Mudei-me há um mês e dez dias e ainda há caixas em todos os cômodos, que parecem se multiplicar nas noites...

Incomoda, não gosto. Os americanos me dizem, "Relax". Eu não sei relaxar quando eu quero. Consigo 'meditar', que é quando se para tudo, em qualquer lugar e tempo, mas nunca quando eu quero. Certas coisas acontecem em mim naturalmente e eu deixo porque já me bastam aquelas contra as quais devo lutar constantemente.

Ler "The Box zone" todos os dias, a marca delas, incomoda-me. Tenho medo de deixá-las como algo natural. Tenho medo de terminar no Natal.

Mas, a minha vida não se resume a mim mesma, um ser individual, contudo, e não se resumem meus dias em arrumar uma casa após mudança. Tenho cara de desocupada porque sou feliz. 

Aprendendo aos 50 anos e 3/4 a lidar com tudo aquilo que não se pode lutar contra. Para que lutar se posso ir devagar, calmamente, parando de tempos em tempos, deixando de fazer, deixando de ser... esgotou-me ser eu mesma. Esgotou-me tentar o certo, o melhor. Isso tudo foi durante anos conviver com o mais ou menos. Em todas aquelas tentativas eu acabava aceitando, de uma forma ou de outra, o mais ou menos que me ofertavam.

As caixas estão me ensinando... estou aprendendo a olhar com olhar desviado...



Junho, 17 (em meu perfeccionismo, eu teria que escrever 18, ou, então, "há um mês e nove dias").




Nenhum comentário:

Postar um comentário

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.