Suzana Guimarães Lily, by LRGM

terça-feira, 14 de abril de 2015



Pessoas fortes somente quando os ventos sopram a favor? Ah, isso é fácil!

Abril, 14




(...os fracos fazem festa nos momentos bons e imaginam os ventos, seus escravos)

sábado, 11 de abril de 2015


Eu não sei por quê. Eu só sei que a palavra em Português amacia-me. Entretanto, preciso aprender a falar em outra língua e isso que parecia tortura terá que ser prazeroso. Não que eu não fale, falo, mas de nada a minha alma sabe, como uma trava, uma gruta secreta, escura e chata... Escrevi palavras para a minha filha ainda muito pequena em meu IPad... ela ouvia a tradutora do Google repetindo a mesma palavra das duas maneiras e em 99% das vezes, a minha filha preferiu em Português. Então, não é porque nasci naquele mundo, então, não é porque tenho pouca inteligência... é porque eu só sei ser assim...


Eu disse que eu gostava de diários?

Abril, 11

terça-feira, 7 de abril de 2015


De tudo do jiu jitsu - e não é pouco -, eu sou fascinada pela técnica chamada guilhotina. E eu a repito sempre quando luto e isso é o meu segredo que eu nunca fiz questão de mantê-lo segredo, algo sigiloso, pelo contrário, faço questão de comentar sobre. O que me intriga é saber que mesmo com o conhecimento de todos, o meu elemento surpresa não é eu tentar fazer a guilhotina, e muito menos repeti-la - sim, eu a repito inúmeras vezes em uma mesma luta, incansavelmente - o elemento surpresa não sou eu e a minha técnica preferida, mas sim saber que meus oponentes na maioria das vezes são pegos nela simplesmente porque eles não acreditam que eu ainda não desisti. Não desistir é a principal arma do humano, contudo, pouco usada.

Eu disse que gostava de diários? 
Abril, 7.