Fotografia, Suzana Guimarães

sexta-feira, 9 de junho de 2017

O que mais me incomoda é o discurso de perfeição.


O que mais me incomoda é o discurso de perfeição.
Escrevi, dias atrás, "(...)Quero esquecer a moça que me apresentaram como guerreira, os golpistas, o poeta confuso, o homem em união estável, a mulher indecisa, a bipolar, (...)". Eu já escrevi várias vezes que escrevo para mim, mas eu tenho amigos bipolares. Incomoda-me pensar que ofendi, que fui insensível, apesar do artigo "a" em frente à palavra 'bipolar'. Então, eu pensava diretamente em alguém. Não dou satisfações sobre o que escrevo, mas eu respeito meus amigos e até os estranhos a mim, bipolares. Eu gostaria de dizer que a pessoa bipolar não me incomoda, o que me incomoda são os discursos de perfeição que ouvi pela vida e, hoje, cansada da lembrança deles, tentei expurgá-los.
Eu tive uma doença ansiolítica por décadas; um dos meus blogs se chama "O Medo de Suzana". Eu conheço certas doenças silenciosas bem de perto. Sei que meus amigos não precisam de explicação, mas eu não posso deixar de me explicar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.