Fotografia, Suzana Guimarães

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

O passado lhe cutuca, o futuro sussurra. Você se encontra com todos os personagens que já viveu, e decide-se por um. Só mais tarde perceberá, pois só agora percebo, que na realidade deixou todos para trás muito antes deles se extinguirem, viviam por alimento seu apenas, o alimento da infantil insistência.
 
Eu disse que gostava de diários?
 
Setembro, 4


A gente inventa que tem que ser feliz e cria histórias. O pior, inventa alguém para amar ou desejar. Daí, criamos personagens para nós mesmos, ao longo da vida, fantasias que escolhemos, abraçamos e, na maioria das vezes, sem saber, usamos como esconderijo e como adequação. Sinistro esconderijo. 
 
Andei por aí, por longos anos, criando figuras, fiz melhor que um artista plástico, um ilusionista. Agora, retirei os personagens e deixei apenas aquele que não saiu, mesmo com muita esfrega, provavelmente, a minha essência, a minha única verdade. Eles já haviam sido expurgados,  mas eu sou, às vezes, muito teimosa - caminho fácil para a infelicidade. Inventei os meus personagens porque eu queria muito que eles amassem e fossem amados pelos meus ideais, homens que cismei serem o encaixe perfeito.
 
Um diamante será sempre um diamante, mesmo que eu passe a não mais admirar sua preciosidade, e a sociedade decida que trata-se somente de uma pedra qualquer. Coisas não mudam, são coisas. Mas, o amado muda, o idolatrado muda, o desejado vira um pobre coitado que só me recorda a minha cegueira burra. Amor, realmente, sentimento que é, não é cego. Nem nós, amantes.

De repente, como se fosse do nada, mas após longo tempo, a gente para e olha e enxerga e se pergunta: como, meu Deus, como fui enlouquecer, amar, sofrer, sonhar, pedir, rezar, aguardar por isto?
 
Simples teimosia. Como eu disse, estrada certa para desapontamentos. 
 
Setembro, 5.
 
 
Nota: Keanu Reeves* em uma entrevista disse: "As pessoas precisam ser felizes, eu, não."
 
 
 
Keanu Charles Reeves é um ator canadense, nascido no Líbano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.