Fotografia, Suzana Guimarães

sábado, 15 de julho de 2017


Tem gente que desperdiça a vida; tem gente que a economiza. Penso que estou sempre no meio-termo. Isso soa enfadonho a mim mesma, mas meu mundo pessoal já é tão enigmaticamente incontrolável que eu me basto, eu me canso; eu me canso do absoluto em mim. 

Julho, 15