Fotografia, Suzana Guimarães

quarta-feira, 12 de julho de 2017


O papo morreu no nascedouro; melou! O vizinho é americano nato, e, por isso, não deveria e nem poderia fazer-me repetir quatro vezes a frase, "Paris can wait". Oxalá! Nenhum sotaque, por mais carregado, consegue aniquilar frase tão simples!