Fotografia, Suzana Guimarães

sábado, 5 de agosto de 2017


Determinada hora é sua. 
Determinado também meu pensamento...
É quando eu paro e espero o dia se apagar em delicada noite. 
Embora todas as tristezas, embora aquela dor, é o meu melhor momento, algo em torno de trinta minutos, todos os dias, a vida se cala, se há vida, sou eu, aqui, esse espetáculo e os pássaros em seu céu.
Acredito que não há mais noites onde você está e de onde pode me ver. 
Acredito que um dia você enviará um sinal. Aguardo-o. 
Guardo-o nessa hora, na mesma música, em todos os voos.

Saiba, aqui estou.

Agosto, 5​