Fotografia, Suzana Guimarães

terça-feira, 29 de outubro de 2013

sobre orfandade

Disseram-me que meu pai estava velho... sim. Mas, ouvi algo muito lindo, de uma mulher brasileira, residente na CA, igual a mim, que regula comigo em idade: "a orfandade não vê idade, nem de quem se vai, e nem de quem ficou; que ficou, sem pai ou sem mãe, ou sem os dois". 


Eu disse que gostava de diários?

Outubro, 29 - um mês

Um comentário:

  1. E desde quando a intensidade do sentimento se mede pela idade? Penso até que as crianças absorvem com mais facilidade essa ausência, pela própria dinâmica da vida delas. E não tem tantas memórias a turbilhonar como nós. Um bjo.

    ResponderExcluir

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.