Fotografia, Suzana Guimarães

quinta-feira, 10 de outubro de 2013


"The logical song" tocou no rádio do carro, enquanto eu rondava Belo Horizonte, aleatoriamente, caçando qualquer coisa que me agradasse. Era meia-noite e dez. Qualquer coisa, uma recordação, um desejo, uma vontade. Nada. Nada... Nada que pudesse dar um nó, ou mesmo um laço. A música foi o único sinal, certeza de que a lógica mora nas curvas que as linhas certas fazem.

Outubro, 10