Fotografia, Suzana Guimarães

domingo, 15 de dezembro de 2013

  • Sabe, Dário Banas, descobri em 2013 que é tolice insistir com certas coisas e pessoas. O que é para ser, o que é, tem força, não fica aos tropeções, parando em desvios, não precisa de muita reza. Percebi também que não sabemos colocar ponto final e que insistimos mesmo sabendo que há algo errado, oculto. Sabe carro com defeito oculto?
  • Suzana Guimarães Carro com defeito oculto, Dário Banas, te deixa na mão inúmeras vezes e ninguém descobre a razão.



Eu disse que gostava de diários?

Dezembro, 15

2 comentários:

  1. É verdade, mas insistimos. É como usar um sapato que não é do teu numero. Vc sabe que vai apertar ou cair do pé. Mas calça.

    ResponderExcluir
  2. Eu não conjugo faz tempo essa palavra. Quando canso. Deixo pra lá. Dias desses mesmo, me importunaram com um sem fim de dúvidas. Expliquei uma vez. Não entenderam e, eu simplesmente respirei fundo e fui fazer café. Pessoas me causam cansaço naturalmente e, eu aprendi, já faz tempo que cansaço só faz acumular coisas dentro do invólucro... rs

    bacio

    ResponderExcluir

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.