Fotografia, Suzana Guimarães

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

No salão de beleza que frequento há um ano e um mês há vários profissionais. Hoje, descubro que o cabeleireiro mais simpático, simples, presente e agradável é justamente o dono do estabelecimento. Oras! Ah, dá para entender porque o salão está aberto desde a década de 1980...

A atendente do outro lado da linha telefônica diz que a encomenda que eu estava devolvendo, por estar errada, seria recolhida por alguém da empresa x no dia seguinte. Respondo que não haveria ninguém em casa. Ela então diz, "Deixa o pacote em cima do muro que o rapaz pega".

Sobre coisas boas de se comentar.