Fotografia, Suzana Guimarães

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Nos últimos meses: eu dei a corda e você a usou. Sinto muito. Saí impune. A vida é um jogo e eu sou filha de jogador de pôquer. Aprendi na transmissão do sangue. Um viva a nós! Obrigada por ter se sentado à mesa.

Dezembro, 2015