Fotografia, Suzana Guimarães

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Eu disse que gostava de diários? Não, eu nunca disse nada.


Onde está escrito que eu tenho que gostar de você só porque você gosta de mim? Durante toda a minha vida, fui obrigada a pegar muitos dos meus bons sentimentos e lacrá-los ou neles dar descarrego ou deles me afastar apressadamente, antes que virassem doença. A gente gosta de quem a gente quiser, mas a recíproca nem sempre é verdadeira. Sinto-me mal com a persistência de amor insistido.


Eu disse que gostava de diários? Não, eu nunca disse nada.

Novembro, 19

4 comentários:

  1. A Terra é levemente inclinada, temos um lado do corpo maior que o outro, a duração dos dias é sempre diferente. Assim toda relação é mais intensa para alguem que, naturalmente vai sentir mais se ela não transcorrer como é esperado. E não acho que no amor a gente gosta de quem quiser, não escolhemos a quem amar, amamos apenas. Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo e verdadeiro, você disse tudo, ninguém é obrigado a gostar de quem gosta da gente, gostar é íntimo e por isso tem que ser verdadeiro e expontâneo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

  3. Dário,

    Respondi no endereço abaixo:
    http://omedodesuzana.blogspot.com/2013/11/sobre-amor-se-e-que-eu-sei-bem-sobre.html

    ResponderExcluir
  4. Maria Teresa,

    Fico muito feliz por vê-la aqui, vinda do Ana por Ana.

    Um forte abraço,

    Suzana

    ResponderExcluir

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.