Fotografia, Suzana Guimarães

quinta-feira, 7 de julho de 2016


2016 é realmente o Ano do Macaco. Aquele que foi reservado para mim está a pular de galho em galho, de árvore em árvore, rindo muito, está a puxar para baixo máscaras, levantando as saias e calças de muitos, fazendo uma bagunça que eu nunca vi. Está espetacular, esse ano! Uma festa boa, daquelas que não nos deixam com vontade de sair. E esse macaco também borda lindos arranjos e me mostra inúmeras belezas. Amém para esse ano!

Eu disse que gostava de diários?

sete do sete de dois mil e dezesseis