Fotografia, Suzana Guimarães

domingo, 16 de março de 2014

Outro dia, recebi um e-mail. Li tanto sentimento que mal conseguia fazer a leitura. Minutos depois, fui para a rua, para o mercado, para a vida no chão concreto. Quando voltei para casa, reli esse e-mail. Era o mesmo, menos eu. O fato, vestido de olhos e pele, mudou as vestimentas, revelou-me a verdade. O tanto de sentimento que saltava aos olhos era meu, apenas meu.

Março, 2014