Fotografia, Suzana Guimarães

quinta-feira, 20 de março de 2014

Meu professor de hipismo dizia: "Não tenha medo. Do chão, não passa." Chega um tempo em que o chão torna-se macio; dele, você realmente não passa, e, sequer sente a queda. E, se por acaso sentir, levanta e anda. O chão é o limite. Após, só um caminho, o pó, mas essa é outra história. Estou falando dos vivos.

Março, 20