Fotografia, Suzana Guimarães

sábado, 11 de abril de 2015


Eu não sei por quê. Eu só sei que a palavra em Português amacia-me. Entretanto, preciso aprender a falar em outra língua e isso que parecia tortura terá que ser prazeroso. Não que eu não fale, falo, mas de nada a minha alma sabe, como uma trava, uma gruta secreta, escura e chata... Escrevi palavras para a minha filha ainda muito pequena em meu IPad... ela ouvia a tradutora do Google repetindo a mesma palavra das duas maneiras e em 99% das vezes, a minha filha preferiu em Português. Então, não é porque nasci naquele mundo, então, não é porque tenho pouca inteligência... é porque eu só sei ser assim...


Eu disse que eu gostava de diários?

Abril, 11